Camarú Social

De acordo com a Organização Mundial da Saúde, existem no mundo mais de 2,4 bilhões de pessoas sem acesso à instalações de saneamento básico. No Brasil, mais de 100 milhões de pessoas ainda não têm acesso à coleta de esgoto e mais de 6 milhões de pessoas não têm acesso a banheiros. Segundo o Instituto Trata Brasil, em 2011 foram internadas 396 mil pessoas por diarreia no Brasil, sendo 138 mil crianças com menos de 5 anos. Para resolver este problema, nós desenvolvemos um sanitário seco que é capaz de tratar os dejetos humanos e transforma-los em fertilizantes. O vaso sanitário se assemelha a um convencional e tem dimensões similares, o que facilita a produção e distribuição do produto e não requer a criação de uma câmara externa para armazenar os materiais. Por fim, é possível eliminar os patógenos das fezes e da urina e evitar que doenças como a diarreia continuem afetando milhares de pessoas ao redor do país.
Desenvolvimento de projetos
Sim
Problema Social que ele pretende resolver
No Brasil há mais de 100 milhões de pessoas que não têm acesso à coleta de esgoto e mais de 6 milhões não têm acesso à sanitários. Isto causou, em 2011, 396 mil internações por diarreia no país, sendo que 138 mil eram de crianças com menos de 5 anos de idade. Para resolver o problema de acesso à água e saneamento, estima-se que seja necessário um investimento de R$ 303 bilhões. O nosso sanitário seco é capaz de eliminar os patógenos dos dejetos humanos e transforma-los em fertilizantes. Além disso, estima-se que 37% da água utilizada no sistema de saneamento é perdida durante o processo de distribuição. Por não utilizar água, o nosso sanitário será capaz de reduzir as perdas de água e ainda tratar adequadamente os dejetos humanos. Por fim, a Organização Mundial da Saúde calculou que para cada R$ 1 investido em saneamento, R$ 4 são economizados no sistema de saúde.
Como funciona o seu negócio
Fundada em 2014, a Camarú Social é uma empresa que oferece soluções inovadoras e de baixo custo de saneamento básico para promover a saúde, melhorar a qualidade de vida e empoderar pessoas. Para isso, nós criamos um sanitário seco capaz de eliminar os patógenos presentes nas excretas humanas e transforma-las em fertilizantes. O nosso vaso conta com um separador de urina e fezes, de modo que o tratamento das excretas seja eficaz e elimine todos os patógenos, e também com um sistema de vedação mecânica que garante a inibição de maus odores. Além disso, não há a necessidade de instalação de uma câmara de armazenamento externa, já que o vaso conta com dois reservatórios próprios. Este produto tem dimensões semelhantes a de um tradicional e pode ser transportado para diferentes locais.
Como é o modelo de sustentabilidade financeira do seu negócio?
Atualmente, a atividade mais custosa para a empresa é a produção do produto, especialmente a criação da base que atualmente é feita de fibra de vidro. O segundo maior custo para a empresa é a distribuição do produto, já que atendemos zonas rurais e regiões longe dos grandes centros das cidades. A nossa maior fonte de receita virá da venda do vaso sanitário para os usuários finais. Após a validação do produto e do nosso modelo de atuação, outra fonte de receita será o serviço de coleta de materiais e venda dos fertilizantes coletados.
Viabilidade financiera
O nosso produto é uma solução barata para o problema de saneamento básico em zonas rurais e regiões que ainda não tenham instalações. Por ser uma peça única que não precisa de câmaras externas, o produto é acessível para pessoas com menor renda e pode ser instalado em qualquer local, sem necessidade de novas construções. Por fim, os fertilizantes gerados após o tratamento das excretas irá ajudar pequenos agricultores a aumentar sua produção.
Riscos
Dentre os fatores que irão influenciar nosso sucesso, destaca-se os custos e processos de produção, uma vez que não poderemos oferecer um produto que não seja acessível para nosso público alvo. Outro fator de sucesso será a distribuição do nosso produto, já que iremos atender pessoas em diferentes regiões, majoritariamente em regiões rurais.
Equipe
A Camarú Social foi fundada por dois empreendedores, Rafael Moreira e Rodrigo Ferreira. Rafael é formado em Administração de Empresas pela FGV e é cofundador da plataforma Washable International, que promove o tema de água e saneamento ao redor do mundo. Rodrigo é tecnólogo em processos gerenciais pela FGV, empreendedor social e idealizador do vaso sanitário seco produzido pela Camarú Social. Além de terem habilidades complementares, ambos já trabalharam com o tema de água e saneamento básico.
Escalada
Como foi descrito na seção de Riscos, temos o desafio de escalar a produção sem aumentar o preço do produto final. Por atendermos um público de baixa renda, precisamos assegurar que nossa solução seja acessível para todos. Outro desafio será a distribuição do produto, já que atenderemos regiões afastadas e zonas rurais de todo o país. Por fim, os vasos sanitários convencionais são outra barreira, já que nosso produto, quando confrontado com o convencional, tem menor aceitação de acordo com nossos testes.
Qual seu principal objetivo ao participar do Yunus Challenge?
O nosso principal objetivo será aperfeiçoar o nosso modelo de negócio e de produção/distribuição do produto, através de feedbacks dos participantes e dos mentores. Além disso, gostaríamos de conhecer novos empreendedores e ter novas ideias para o nosso negócio.
Image gallery

Do you think this idea
is positive for the world?

Support idea

Give your support to "Camarú Social"

Collaborate

Sign up or sign in to help Rafael improve his proposal

Sign up or sign in to comment this proposal

Sign up or sign in to report this comment